Entrevista: 'Bolsonaro está dando ao Brasil um novo passado', diz Michel Gherman

Historiador, antropólogo, pesquisador e analista político decodifica os sinais nazistas dados pelo governo.

Entrevista: 'Bolsonaro está dando ao Brasil um novo passado', diz Michel Gherman

Em uma conversa impressionante, o historiador, antropólogo, pesquisador e analista político Michel Gherman decodificou os sinais nazistas que são constantemente espalhados por membros do governo Bolsonaro. A que servem? Quais seus reais propósitos?

Gherman analisa a “ala ideológica” do governo e responde a perguntas que vão muito além do senso comum. Frequentemente usada para atacar adversários, destruir reputações e criar cortinas de fumaça para esconder os verdadeiros escândalos, os seguidores da seita fanática do bolsonarismo jogam um jogo ainda pouco compreendido.

Querem entender por que a bandeira de Israel começou a aparecer em manifestações e redes sociais? Querem entender qual o real sentido da ligação do governo Bolsonaro com o que o Michel chama de “Israel imaginária”? Está tudo lá, em um mergulho muito mais profundo do que a imagem de um assessor da presidência espalhando em vídeo um sinal de mão usado por supremacistas brancos e por nazistas em geral.

Assista agora.

ULTRAJANTE! A repórter Schirlei Alves foi condenada a um ano de prisão aberta e multa de R$ 400 mil por ter revelado no Intercept Brasil a revitimização de Mari Ferrer por autoridades judiciais em seu processo de estupro.

A reportagem levou a uma lei nacional, à censura do juiz e desencadeou um debate nacional que os membros do judiciário não querem ter. Esse é o impacto de nosso trabalho.

Agora eles querem nos silenciar. Nos ajude a resistir e a cobrir os custos legais de Schirlei e de todos os nossos jornalistas.

FAÇA PARTE

Faça Parte do Intercept

Entre em contato

Conteúdo relacionado